Projeto de IoT que conecta pessoas e espaços urbanos será testado em Curitiba

A startup MCities está colocando em prática um projeto inédito no País, que busca transformar a maneira como pessoas e cidades se conectam. O sistema envolve soluções de internet das coisas para transformar os espaços urbanos em experiências de alto valor agregado e não apenas de concentração humana.

O projeto-piloto, que está sendo implantado primeiramente em Curitiba (PR), é resultado de um estudo de mais de cinco anos feito pelo empreendedor durante viagens que fez por mais de 17 países. “Percebi que as chamadas cidades inteligentes ao redor do mundo usavam a tecnologia para a melhoria de infraestrutura dos espaços urbanos. Daí investimos no conceito de cidade interativa, cujo diferencial é humanizar a tecnologia para conectar pessoas com o mundo real e valorizar as relações fora do ambiente virtual”, explica o CEO da MCities, Paulo Hansted.

O sistema  consiste em uma metodologia de organização sistêmica e espacial do ambiente urbano, que integra sete mecanismos de interatividade e inteligência: plataforma móvel, web, redes sociais, QRCodes, beacons, rotas virtuais e eventos de intervenção urbana.

São muitos os impactos positivos para os centros urbanos que investirem em um projeto de interatividade. “Além do crescimento econômico com a geração de empregos e novos negócios, aumenta a satisfação de viver na cidade e promove o diálogo com a comunidade, fazendo renascer o sentimento de pertencimento dos habitantes. Ao mesmo tempo, valoriza os ativos públicos, o que pode diminuir o vandalismo. Sem contar que o local se torna referência em inovação”, destaca Paulo.

Em Curitiba, o projeto foi desenvolvido em parceria com a prefeitura da cidade, que começou a sua implementação em uma local de grande movimento, a Alameda Prudente de Moraes. Nos próximos meses o sistema MCities será ampliado para outras vias e até o primeiro semestre de 2019 chegará a São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Salvador, Recife e Belém.

Fonte: tiinside.