Programa seleciona startups que vão desenvolver soluções para grandes grupos empresariais

A iniciativa, desenvolvida em uma parceria entre Sebrae, Senai, Sesi e Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo, vai apoiar as startups com até R$ 200 mil em recursos financeiros, além de consultoria

Que tal desenvolver um projeto de inovação, em modelo aberto, para uma grande empresa? Você, startup de base tecnológica, pode ter seu desejo atendido por meio do Programa de Empreendedorismo Industrial 2020 do Findeslab, o hub de inovação da indústria, que completa um ano de operação. A segunda chamada do programa será lançada nesta quinta-feira (3), às 18h, no canal do Youtube do Findeslab. Para se inscrever, é só clicar aqui.

A iniciativa é resultado de uma parceria do Sebrae, Senai, Sesi e da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), que aportarão recursos financeiros nos projetos selecionados. O programa conecta desafios de grandes empresas a propostas de solução de startups. Os projetos selecionados passam pelo método de aceleração do Findeslab, tendo acesso à expertise, tecnologia e investimentos necessários para criar um produto inovador viável em um ambiente de alta densidade, acessam serviços complementares do Sebrae.

Durante a transmissão, nesta quinta-feira, as empresas parceiras do programa vão explicar seus desafios, e cabe ao empreendedor decidir se consegue transformá-los em oportunidade. Ao todo serão 16 desafios propostos por oito grandes empresas que acreditam na inovação aberta e no seu papel na promoção do empreendedorismo industrial.

Dessas, quatro renovam a parceria com o hub de inovação ArcelorMittal, Fortlev, Unimed e Vale. Outras quatro são novas no programa e apostaram na inovação que transforma vidas, negócios, economia e o desenvolvimento do Estado: EDP Brasil, Real Café, Samarco e Suzano.

Como funciona

As empresas propõem os desafios, que são divulgados em edital pelo Findeslab. As startups, então, submetem suas propostas de solução para os desafios. Os projetos são selecionados com base na sua competência tecnológica, e os planos de projeto são elaborados. Depois, ocorre a execução colaborativa do projeto.

Cada projeto selecionado receberá até R$ 200 mil em recursos financeiros, aportados pelas empresas e instituições parceiras, para serem desenvolvidos. Durante um ano, elas terão acesso a rede de mentores e especialistas para apoio ao desenvolvimento do projeto, além de acesso ao coworking e apoio dos laboratórios do Findeslab. O Instituto Senai de Tecnologia (IST) em Eficiência Operacional também será um ponto de apoio para concepção e desenvolvimento de protótipos. O Sebrae entrará no projeto com recursos financeiros para os projetos de PDI, bem como no apoio à gestão empresarial e à gestão da inovação.

Inovação que transforma

Há quase um ano, o hub de inovação iniciou sua primeira chamada para o Programa de Empreendedorismo Industrial. Os desafios se tornaram projetos incríveis que hoje estão sendo desenvolvidos pelas startups em conjunto com as nossas empresas parceiras.

O lançamento do programa marcou o início das operações do Findeslab, inaugurado em setembro de 2019. O primeiro edital contou com 14 desafios propostos por 8 grandes empresas. As parceiras que apostaram na inovação foram ArcelorMittal, Companhia de Desenvolvimento, Turismo e Inovação de Vitória (CDTIV) da Prefeitura Municipal de Vitória (PMV), Fortlev, ISH, Shell, Soma Urbanismo, Unimed e Vale.

Ao todo, foram quase 200 empresas inscritas. Os projetos foram enviados por startups e spin-offs de sete estados brasileiros: além do Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo. No Estado, os projetos foram enviadas por startups sediadas nas cidades de Vitória, Vila Velha, Colatina, Guarapari, São Mateus e Serra.

Um ano de funcionamento

O lançamento do segundo ciclo do Programa de Empreendedorismo Industrial marcará o primeiro ano de funcionamento do Findeslab. Idealizado pela Findes e operado pelo Senai, esse é uma porta aberta para quem quer inovar. Localizado ao topo do Edifício Findes, tornou-se consolidou-se como um espaço de conexões e um ativador do ecossistema de inovação do Espírito Santo.

Conheça as empresas parceiras do Programa de Empreendedorismo Industrial de 2020

ArcelorMittal: inova conosco mais uma vez! Uma das produtoras de aço mais tradicionais no país, onde está em atividade desde 1921. Foi uma das parceiras pioneiras do nosso Programa, em 2019, e agora já tem mais desafios em preparação para a nova chamada de inovação aberta.
EDP Brasil: é uma holding brasileira do setor elétrico com atuação em 11 estados, e, entre eles, nosso o Espírito Santo. É uma parceira nova do Programa, que chegou literalmente cheia de energia e está desenvolvendo seus primeiros desafios conosco.
Fortlev: é líder nacional em soluções para armazenamento de água, e também se destaca no mercado de tubos e conexões em PVC. Também uma das parceiras pioneiras do nosso Programa, está de volta e desenvolvendo mais desafios para a nova chamada!
Real Café: é uma empresa capixaba com mais de 50 anos de atividade, mas que tem suas origens muito antes, em 1935! Hoje, ela une tradição e modernidade e é uma das novas parceiras do nosso Programa de Empreendedorismo Industrial.
Samarco: é uma empresa brasileira fundada em 1977 que atua no setor de mineração, e será nossa parceira na chamada de 2020 do Programa! O investimento em inovação faz parte dos esforços de retomada operacional da empresa, e estamos orgulhosos de fazer parte deste processo.
Suzano: é uma empresa brasileira de papel e celulose, e a maior produtora de celulose de eucalipto de mundo! Estamos muito felizes com esta parceria e ansiosos para que a Suzano possa fazer um novo papel de impacto na sociedade.
Unimed Vitória: tem 40 anos de atuação aqui no estado, e há 26 é a marca de plano de saúde mais lembrada pelos capixabas. Como também faz parte do grupo de empresas pioneiras no nosso programa, fica evidente que investir em inovação faz parte da manutenção de seu serviço de excelência!
Vale: é uma das maiores empresas de mineração do mundo, e também uma das maiores operadoras de logística do país. É uma das nossas parceiras pioneiras do Programa de Empreendedorismo Industrial de 2019, e já está com seus desafios planejados para 2020!

Fonte: Portalondasul