Mulher erra muito ao não fazer networking profissional

O mercado de trabalho foi feito pelos homens e para os homens e a história das mulheres nele ainda é muito recente e há muita barreira para ser derrubada, atesta a presidente do Espaço Mulheres Executivas – MEX Brasil e Diretora da Lapidus Desenvolvimento Executivo, Regina Arns. A executiva, que participou do MyInova Summit 2019, realizado nos dias 21 e 22 de agosto, em Curitiba, com organização da Assespro Paraná e da Federação Assespro, afirma que as mulheres também precisam agir mais.

“Só vai haver mudança se as mulheres se associarem e pensarem na causa mulher no trabalho”, reforça Regina Arns. À CDTV, do portal Convergência Digital, a presidente da MEX Brasil pontua que a mulher é reconhecidamente uma executora e muito voltadad para o operarional, mas peca demais quando se trata de estratégia.” Tem de sair da empresa e ir à rua. Quando se está fora se é visto. As mulheres falham muito nesse quesito”, relata.

Com relação às mulheres em TI, Regina Arns diz que há uma demanda sem tamanho por bons profissionais e o momento é o de recrutar- meninos e meninas para a profissão e cita um exemplo da Renault, no Paraná. Assistam a entrevista com a  presidente da MEX Brasil, Regina Arns.

Fonte: Convergência Digital.