João Kepler, Bossa Nova: Pouca gente sabe fazer inovação no Brasil

Muita gente fala em inovação, mas muito pouca gente no Brasil sabe fazer inovação, afirmou o empreendedor João Kepler, à CDTV, do portal Convergência Digital, durante o MyInova Summit 2019, realizado na semana passada em Curitiba, com organização da Assespro PR e da Federação Assespro.

Na sua apresentação, um dos sócios da Bossa Nova Investimentos, que já aportou mais de R$ 50 milhões em startups em 512 investimentos realizados, foi taxativo: “A palavra inovação está muito machucada. Machucada porque todo mundo fala, mas,pouca gente faz. Inovação não é criar nada novo, mas, sim, fazer algo de forma diferente para melhorar o processo existente. Inovação não é apenas tecnologia. Ela vai muito além”, afirmou Kepler.

Para o empreendedor, inovação quem faz são as pessoas e não o líder da empresa. “Não adianta se intitular inovador. A sua empresa para ser inovadora tem de fazer a inovação”, reforça. Já sobre as startups, João Kepler disse que a palavra startup está incompreendida no mercado brasileiro e enumera quais são os diferenciais que atraem a Bossa Nova Investimentos a pensar em um novo investimento. Assistam a entrevista com João Kepler.

Fonte: Convergência Digital.