Governo estabelece programa para expandir exportação de serviços de TICs

Para ampliar a exportação de serviços de TIC – uma vez que os dados do Brasil são bem incipientes e apenas cinco estados concentram 97% das exportações de serviços de TICs – São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais – foi criado o projeto Rota da TIC, que faz parte do programa Rotas de Integração Nacional, iniciativa do Governo Federal e do MDR (Ministério de Desenvolvimento Regional). O programa faz parte da PNDR (Política Nacional de Desenvolvimento Regional).

André Rafael Costa e Silva, Coordenador do Rota da TIC, diz que o objetivo principal do projeto é promover a inclusão produtiva e o desenvolvimento sustentável das Regiões brasileiras, por meio do fortalecimento dos arranjos produtivos do setor de TIC. Foram escolhidos quatro Polos Prioritários de atuação: Região Integrada de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal; Paraíba; Paraná; e Região Metropolitana de Recife. De acordo com o coordenador, essas áreas foram escolhidas como prioridade devido aos APLs (Arranjos Produtivos Locais) de TIC, constantes nas Regiões prioritárias para as Políticas Nacionais de Desenvolvimento Regional (PNDR) e de Desenvolvimento Urbano (PNDU).

“No caso do Paraná, em razão da parte do território que está na faixa de fronteira. No caso da RIDE-DF, por causa do papel do Ministério de Desenvolvimento Regional no conselho administrativo dessa região. No caso da Paraíba, em razão de Campina Grande estar na região do semiárido. E da Região Metropolitana de Recife, por estar inserida no contexto do Nordeste e da Amazônia Azul”, afirma.

A Assespro é um dos parceiros técnicos no projeto ao lado da Softex, Embrapii e Nic.BR. No Paraná, a Assespro-PR está atuando com o MDR e com o Governo do Estado do Paraná no mapeamento das principais empresas e instituições do estado que podem contribuir para construção e sustentação de uma estratégia de ação compartilhada para o setor de TIC. André Rafael conta que, no início, a ideia era operar apenas em Foz do Iguaçu – conforme foi antecipado ao Convergência Digital durante o My Innova Summit, realizado pela Assespro/PR, no ano passado – mas isso mudou e o projeto será ampliado. Segundo ele, a Assespro-PR mostrou o trabalho ímpar que vem sendo realizado na esfera da governança integrada dos seis APLs de TIC do Paraná.

Fonte: Convergência Digital.