Gartner mostra como executivos podem otimizar custos de TI

Analistas apresentarão o tema no Gartner IT Symposium/Xpo 2019™, em São Paulo

Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, alerta que os CIOs (Chief Information Officers) devem estabelecer uma cultura de otimização proativa dos custos de TI para fortalecer a posição de seus departamentos de tecnologia junto ao alto comando da empresa e aos demais stakeholders de suas operações.

De acordo com analistas do Gartner, a necessidade de reduzir o orçamento de TI é uma demanda que os CIOs geralmente desprezam, mesmo ouvindo essa questão com bastante frequência. Mas, o Gartner alerta que eles deveriam observar com atenção o tema porque muitos líderes de negócios ainda veem a TI como um silo opaco de função e gastos. Portanto, analistas enfatizam que é, sim, função dos profissionais de tecnologia mostrar o que é necessário dar sequência às atividades ou para reduzir despesas de forma que as suas companhias alcancem a máxima qualidade de suas infraestruturas.

“O papel do CIO é mostrar às partes interessadas como certos cortes afetarão as operações e onde as economias são possíveis”, diz James Anderson, Diretor Sênior e Analista do Gartner. “Essa atitude proativa do CIO fornecerá evidências de que a TI é capaz de gerenciar o orçamento com eficiência e interromperá as solicitações repetidas das partes interessadas para oferecer mais com menos”.

Para comunicar efetivamente sua visão e estratégia de otimização de custos de tecnologia aos tomadores de decisão, os CIOs devem demonstrar que têm evidências de uma estratégia própria de gerenciamento contínuo de custos. Isso pode ser feito em várias etapas e deve ser adaptado de acordo com as prioridades dos negócios e das partes interessadas.

O Gartner apresentará no evento Gartner IT Symposium/Xpo 2019™ quatro etapas fundamentais para que os líderes de TI consigam expor e gerenciar seus planos e investimentos dentro de suas organizações:

Etapa 1 – Estabelecer métricas e pontos de análise iniciais: Defina o status atual da performance da área de TI, com a base que servirá de monitoramento das ações. Essa é uma demanda importante, pois é difícil demonstrar progresso sem um ponto de partida fixo e comum. Trabalhe em conjunto com o CEO (Chief Executive Officer) e o CFO (Chief Financial Officer), e decida em quais projetos e estruturas o departamento de TI precisa alocar efetivamente recursos para entregar o melhor valor para a organização. Sem dados, existem apenas opiniões para basear uma vantagem ou desvantagem estratégica do investimento em TI.

Etapa 2 – Identificar oportunidades: Divida os gastos e custos de TI da organização em um nível granular e compare os dados com a análise do mercado e da concorrência para obter informações valiosas. Despesas operacionais muito acima da média da indústria significam que pode haver espaço para otimização de custos. Por outro lado, gastos comparativamente baixos significam que cortes nessa área podem afetar a qualidade do serviço.

Etapa 3 – Estabelecer Governança: Em geral, os CIOs participam de várias discussões sobre iniciativas de otimização de custos. A partir desses debates, então, os liderem precisam ser capazes de gerenciar todas as ideias de forma proativa. Isso pode ser feito por meio de uma iniciativa de governança voltada à otimização de custos, com uma equipe que avaliar o potencial de cada ação apresentada. Algumas ideias podem resultar em economias modestas porque reduzem apenas os custos de TI, enquanto outras podem afetar os gastos e as receitas dos negócios. “Quando a TI implementa um novo modelo de pagamento que é mais fácil de manter e melhora a experiência do cliente ao mesmo tempo, não é apenas econômico, mas também possibilita novos modelos de negócios”, explica Anderson.

Etapa 4 – Começar com vitórias rápidas: Junte-se a um líder de negócios, comunique expectativas sobre o que deve ser realizado e explique como a TI pode apoiar os objetivos da organização. A melhor maneira de garantir a adesão organizacional de uma estratégia proativa de otimização de custos é mostrar um portfólio de ganhos rápidos – projetos ou mudanças que alcançam economias imediatas em dinheiro sem custar nada ou sem exigir muito gasto. Depois de concluir alguns dos projetos, apresente o portfólio ao CEO e às outras partes interessadas. “O portfólio é muito importante. Ela mostra claramente a visão e estratégia do CIO em relação à redução de custos e seus resultados nos negócios”, afirma o analista. “Isso faz com que o líder e a área de TI especulem quais seriam as economias para demonstrar uma base de economias reais. No final, essa visão é importante para muitas partes interessadas, incluindo o CEO e o CFO.”

Para discutir o tema e apresentar dicas sobre este cenário, os analistas do Gartner apresentarão pesquisas e novidades durante o Gartner IT Symposium/Xpo 2019™, principal evento do Gartner no Brasil, que acontecerá de 28 a 31 de outubro. Trata-se do mais importante encontro de CIOs e executivos de TI do mundo. Líderes da área confiam em eventos como esses para obter insights sobre como suas organizações podem usar TI para superar desafios de negócios e melhorar a eficiência operacional de suas empresas. Acompanhe novidades sobre os eventos no Twitter:  #GartnerSYM.

Interessados em participar do Gartner IT Symposium/Xpo 2019™ podem entrar em contato com o Gartner pelos telefones (11) 5632-3109, 0800-7741440, e-mail conferencias.brasil@gartner.com ou site www.gartner.com/br/symposium.

Sobre o Gartner

Gartner, Inc. (NYSE: IT) é a principal empresa de pesquisa e consultoria do mundo e membro do S&P 500. Fornecemos aos líderes de negócios insights, conselhos e ferramentas indispensáveis para alcançarem suas prioridades em missões críticas e para desenvolverem organizações de sucesso no futuro. Nossa combinação incomparável de pesquisas lideradas por especialistas e orientadas por profissionais e baseadas em dados aconselha os clientes para a tomada de decisões corretas sobre os assuntos que mais importam. Somos confiáveis como um recurso de apoio e parceiro crítico para mais de 15.000 empresas, em mais de 100 países – por meio de todas as principais funções e para todos os tipos de empresa. Para saber mais como ajudamos executivos com poder de decisão a impulsionarem o futuro dos negócios, visite: www.gartner.com.