Eleições 2018: TSE diz que não falhou no combate contra fake news

Segundo a presidente do órgão, Rosa Weber, a chamada desinformação é um fenômeno mundial.

Para a presidente do Tribuna Superior Eleitoral (TSE), Rosa Weber, o órgão não falhou no combate contra à disseminação de notícias falsas durante as Eleições 2018. As informações são da Folha de S.Paulo.

“Nós entendemos que não houve falha alguma da Justiça Eleitoral no que tange a isso que se chama fake news. Todos sabemos que a desinformação é um fenômeno mundial e que se faz presente nas mais diferentes sociedades”, afirmou a ministra em coletiva de imprensa neste domingo, 21/10.

Além disso, Weber, que classificou essa disseminação de fake news como algo “intolerável”, também afirmou que o TSE não possui uma solução pronta para combater o problema, que ganhou peso no processo eleitoral brasileiro neste ano.

Segundo ela, aponta o jornal, os excessos que são cometidos neste sentido são “devidamente apurados pela Justiça Eleitoral no tempo devido”.

Vale notar que uma reportagem recente da própria Folha de S.Paulo, publicada na última quinta-feira, 18/10, aponta que empresários favoráveis ao presidenciável Jair Bolsonaro, do PSL, teriam pago milhões de reais em campanhas para disseminar conteúdos em massa contra Fernando Haddad, do PT.

Fonte: IDGNOW.