Como a EEN pode ajudar PMES na internacionalização de negócios

Muitos empreendedores têm o desejo de ter seus produtos e serviços oferecidos no mercado externo. A EEN pode ser um apoio para quem busca  oportunidades de acesso a mercados internacionais e auxílio nesse processo de internacionalização.

Criada em 2008, a EEN é um programa da União Europeia que promove o crescimento e a internacionalização de pequenos e médios negócios. Atualmente, 72 países participam da rede, a maior da Europa voltada para o setor. No Brasil, a rede é gerenciada pelo Ibict, unidade de pesquisa ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), com o apoio de outros parceiros do consórcio.

“A rede EEN representa um ecossistema potente e global, especialmente para quem busca negociar com a União Europeia, um mercado de 27 países que possui mais de 500 milhões de consumidores”, afirma Márcio Canedo, pesquisador do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict) e coordenador da EEN Brasil.

Além da União Europeia, Canedo destaca que a EEN é formada por países-membros fora do eixo europeu como Canadá,Coreia do Sul e México. Na América do Sul, são membros da rede importantes parceiros como a Argentina,Uruguai, Chile e Peru.

De acordo com o coordenador, o processo de internacionalização não é simples e o empreendedor que busca atuar em mercados internacionais precisa ter planejamento.“ Existem muitos desafios e etapas para que a entrada no mercado internacional dê certo. Para isso, a informação é fundamental. O papel do Ibict na EEN é o de levar informação para a empresa, para que ela possa estruturar melhor suas estratégias. Além disso, disseminamos informações para a comunidade de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em oportunidades de negócios e cooperação internacional para a inovação”, destaca o coordenador.

Confira dicas de Márcio Canedo de como os serviços da EEN podem ajudar pequenas e médias empresas a encontrar mercados internacionais e quais são os passos para alcançar esse objetivo.

1. ENCONTRE UM ESPECIALISTA EEN LOCAL 

Para quem já possui um planejamento de exportação e busca novos clientes internacionais, a EEN possui especialistas em diferentes setores da economia que oferecem assessoria sobre como buscar contatos comerciais nos países-membros da rede, criar propostas e orientar em temas como propriedade intelectual e processos de transferência de tecnologia.

Também é possível contar com especialistas dos países-membros da rede, que informam sobre quais são os procedimentos e regras relacionados ao segmento de negócio. São mais de 700 especialistas que podem auxiliar as empresas nos mercados locais.

E para o empreendedor que está iniciando os primeiros passos na exportação, a EEN Brasil possui uma rede de suporte e apoio de parceiros como a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), SEBRAE e Terranova Trading,  que ajudam o empreendedor a obter dados técnicos e informações iniciais sobre aspectos jurídicos, logísticos, financeiros, fiscais e tributários. O apoio é gratuito nas primeiras consultas.

2. ENCONTRE UM PARCEIRO INTERNACIONAL NA PLATAFORMA EEN

A EEN gerencia o maior banco de dados online de oportunidades de negócios e cooperação da Europa. “Nenhuma plataforma digital de negociação de facilitação de negócios internacionais no mundo é como a EEN”, diz Canedo, que destaca a existência dos pontos focais locais e a ampla rede de especialistas como um forte diferencial. Segundo o coordenador, as oportunidades podem ser de demanda ou oferta de produtos ou serviços e demanda ou oferta de tecnologia.

Na plataforma gratuita, é possível buscar parceiros para fabricar, distribuir, co-desenvolver e fornecer seus produtos, ideias e serviços. É possível encontrar um parceiro em duas possibilidades: pesquisar o banco de dados com base em seus critérios ou cadastrar sua empresa e publicar uma oportunidade de projeto.

A EEN Brasil conta com parceiros que poderão apoiar na criação do perfil da empresa e validar a competitividade do seu negócio para a rede, como a A Assespro-Paraná e a ABCasa.

E quando você encontrar um parceiro adequado, um especialista EEN pode apoiá-lo durante todo o processo de parceria, em ambos os países.

A plataforma e informações sobre pontos focais estão disponíveis no site da EEN Brasil (https://eenbrasil.com.br/). A empresa pode acessar diretamente a plataforma e criar o seu perfil, que vai ser analisado por especialistas para ser aprovado.

3.  PARTICIPE DE FEIRAS E RODADAS DE NEGÓCIOS 

A rede EEN possui uma ampla programação de eventos estratégicos como feiras, webinars e rodadas de negócios do tipo matchmaking – focados na geração de reuniões B2B entre os participantes. Os eventos ocorrem de forma presencial e virtual, a maioria de forma totalmente gratuita. Na internet, o foco é nas plataformas B2Match e B2Fair que oferecem uma área exclusiva para o evento e agendamento de reuniões com antecedência. A pessoa interessada em participar do evento precisa criar um perfil na plataforma e indicar que tipo de parceria procura. Depois, pode entrar em contato com outros participantes para agendar reuniões one-on-one (1 a 1). As sessões de reuniões 1 a 1 serão de 20 minutos cada.

4. PARTICIPE DOS EVENTOS CHALLENGE

Uma nova modalidade de evento na plataforma B2Match está em ascensão na rede EEN.  São os challenges, desafios de tecnologia propostos por grandes empresas para impulsionar empresas menores no desenvolvimento de soluções tecnológicas para uma determinada necessidade corporativa.

“Esses desafios também são como rodadas de negócios, mas com agendas fechadas. As empresas só vão realizar reuniões com a empresa proponente do desafio. Na prática, a grande empresa vai acelerar o negócio da pequena empresa vencedora. Alguns challenges estão abertos para empresas de todo o mundo”, afirma Márcio Canedo.

Para a empresa participar, ela precisa acompanhar o calendário de eventos da EEN e criar um perfil competitivo na plataforma. A EEN Brasil oferece apoio para quem busca participar desse processo.

5. PARTICIPE DAS CHAMADAS DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL 

A EEN Brasil promove diversas chamadas de cooperação internacional voltadas para a inovação e P&D. Os editais são voltados para que empresas brasileiras e instituições de pesquisa do Brasil e de outros países elaborem propostas que resultem em novos produtos e processos voltados à aplicação no mercado. “Na ponta do processo, essas chamadas acabam promovendo o comércio internacional, pois criam um produto para entrar num mercado, como da rede EEN. A gente faz o joint venture antes do produto existir”, avalia Canedo.

A EEN Brasil atua por meio da cooperação com instituições de pesquisa científica e tecnológica e agências de fomento à inovação de países-membros da rede, em chamadas multilaterais e bilaterais. No Brasil, entre os parceiros das chamadas, estão a Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Em 2021, a EEN Brasil planeja parcerias com agências de inovação de países como Suíça, Suécia, Israel, República Tcheca, Canadá e Luxemburgo.

6. CONTE COM ESPECIALISTAS EEN EM PROPRIEDADE INTELECTUAL 

A  EEN Brasil auxilia as empresas a preparar um projeto de propriedade intelectual (PI) ou proteger produtos existentes antes de entrarem no mercado internacional. “Não tem como uma empresa participar da EEN sem que tudo esteja pronto como o registro de patentes, as marcas,desenhos industriais ou softwares”, diz Canedo.

Na União Europeia, a EEN conta com um escritório de Propriedade Intelectual, que oferece serviços gratuitos e uma ampla rede de especialistas jurídicos em toda a Europa. O objetivo é ajudar as PMEs a abordar questões centrais de PI que possam surgir em diferentes estágios de um acordo internacional ou projeto de pesquisa colaborativa.“Não existe outra rede de negócios no mundo que faça isso”, avalia o coordenador.

7. CONTE COM AS OPORTUNIDADES DE PD&I DE PARCEIROS DA EEN 

A EEN Brasil conta com parceiros que podem auxiliar a empresa que já faz parte do ecossistema da EEN em questões como busca de financiamento para projetos sustentáveis, incubação de empresas, finanças, inovação, entre outros. São assessorias que podem ajudar a fortalecer a sustentabilidade futura do negócio.

Na União Europeia, a EEN é parceira estratégica de outros programas do bloco como a Low Carbon Business Action (LCBA), que promove o intercâmbio de experiências para uma economia de baixo carbono,a rede de Pesquisa Coletiva Cornet – Collective Research Network, voltada para a inovação da indústria e o Eureka, programa voltado para a inovação em P&D de empresas. “São todos programas europeus voltados para o crescimento de empresas através de projetos de inovação com universidades, centros de pesquisa e órgãos governamentais”, conta Canedo.

Fonte: Enterprise Europe Network