Com aporte de US$ 190 milhões, curitibana MadeiraMadeira se torna novo unicórnio brasileiro

A empresa curitibana de venda online de móveis MadeiraMadeira acaba de se tornar, nesta quinta-feira (7), o mais novo unicórnio entre as startups brasileiras. Com um aporte de US$ 190 milhões concedido pelo fundo de investimentos Softbank, a startup se consolida entre as seletas brasileiras a atingirem o valor de mercado superior a US$ 1 bilhão. A lista inclui empresas como Creditas, C6 Bank e VTEX.

Além do fundo japonês, a rodada também contou com a participação da gestora brasileira Dynamo e de investidores que já participaram de rodadas anteriores, como Flybridge e Monashees. Outros investidores foram VELT Partners, Brasil Capital e Lakewood Capital.

O interesse em investir pela segunda vez na startup já havia sido antecipado pelo Softbank em novembro do último ano. O primeiro aporte veio ainda em 2019, quando o fundo injetou US$ 110 milhões na empresa curitibana. O valor serviu para que a startup consolidasse sua estratégia no comércio físico em 2020, apesar do contexto de pandemia.

Foco em expansão e logística
A loja encerrou o ano com nove novas lojas físicas, sendo sete delas apenas na cidade de São Paulo, sua principal compradora no país. Para não perder a essência da compra digital, as lojas inovam ao serem apenas um mostruário dos produtos anunciados no site.

Com o aporte, o objetivo da MadeiraMadeira é expandir a presença física no país, além de investir nos seus processos de logística com um braço próprio, chamado de Bulky Log.

“Acreditamos que ainda estamos no início dessa jornada e agora vamos nos concentrar em expandir nossa presença online e na expansão da nossa logística própria, para oferecer uma experiência omnichannel única para nossos clientes”, afirma Daniel Scandian, CEO e fundador da MadeiraMadeira, em comunicado.

A startup curitibana também afirma que o aporte auxiliará em fusões e aquisições estratégicas nos próximos meses. A captação vem em hora certa para a MadeiraMadeira. A loja online que foi fundada em 2009 por Marcelo Scandian, Daniel Scandian e Robson Privado viu suas vendas dispararem em 2020 devido ao isolamento social com um crescimento de 107%, segundo a empresa.

“Esta rodada simboliza um marco importante para a MadeiraMadeira, pois estamos trazendo também novos investidores com grande experiência no mercado de capitais e com histórico de investimento em algumas das mais bem sucedidas empresas listadas na América Latina. Esses novos investidores, junto com os atuais, serão a combinação certa para nos apoiar no nosso plano de expansão e a criar “best-in-class” práticas de governança”, acrescenta Marcelo Scandian, cofundador e CFO da MadeiraMadeira.
A startup é a segunda empresa curitibana a se tornar um unicórnio. A primeira a realizar o feito foi o Ebanx, em 2019, que também foi a primeira empresa de fora de São Paulo a realizar o feito. Assim, a MadeiraMadeira ajuda a consolidar Curitiba como um pólo de bons negócios para startups.

Fonte: Gazeta do Povo