Chamada de Ideias BRAFIP 2019

Já estão abertas as inscrições para a edição 2019 da “Chamada BRAFIP de Ideias para Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PDI) em Cooperação”. A BRAFIP (Associação Brasileira de Fomento à Inovação em Plataformas Tecnológicas) é a “plataforma tecnológica” brasileira, cuja construção se iniciou em 2011, nos moldes cunhados originalmente pela UE – União Europeia, para auxiliar no desenvolvimento tecnológico dos países do Leste Europeu.

A BRAFIP trabalha para auxiliar na construção de projetos de PDI em cooperação, isto é, envolvendo diversas empresas, universidades e centros de pesquisa, frequentemente de países diferentes.

A “Chamada de Ideias” BRAFIP deste ano, por meio de suas entidades fundadoras e apoiadoras, além das plataformas tecnológicas europeias e latino-americanas parceiras, tem o objetivo de “promover a formação de novos grupos de empresas de base tecnológica, startups, universidades e centros de pesquisa, para Projetos de PDI Colaborativos”.

As melhores ideias serão apresentadas durante o International Cooperation Day (IncoDay), que será realizado no próximo mês de outubro deste ano, na cidade de Campinas, São Paulo.

O prazo para participação nesta chamada se encerra em 01 de julho de 2019. Inscrições no endereço: https://www.surveymonkey.com/r/ChamadaBraFIP2019

7% de Crescimento

Uma pesquisa realizada pela Brasscom, uma das entidades nacionais que representa empresas de TI (Tecnologia da Informação), apresentou os números referentes ao PIB (Produto Interno Bruto) com relação ao setor de TI, de telecomunicação e de comunicação brasileiro. Pelo levantamento da entidade empresarial, este segmento “já representa 7% do PIB do Brasil”, tendo movimentado em 2018, R$ 479 bilhões. Um crescimento de 2,5% em relação a 2017, portanto, superior ao crescimento do PIB nacional no mesmo período.

O relatório mostra ainda que, o desenvolvimento de software (Programas de Computador), teve um crescimento de 1,3% no ano passado e os serviços na “nuvem” (cloud services) cresceu 55,4%, mostrando claramente, uma tendência forte do mercado, como já acontece no exterior.

Com relação à “empregabilidade” foram criados 42 mil novos postos de trabalho no ano passado, crescimento de 4,2% em relação a 2017.” O total de pessoas empregadas no segmento de TI, telecomunicação e comunicação, atingiu 1,7 milhão no final de 2018.

Startup e Remédios Manipulados

Uma Startup brasileira do segmento de healthtech (termo que define uma empresa de tecnologia da área de saúde) sediada em São Paulo, denominada de “99fórmulas”, lançou um sistema (aplicativo) para “facilitar a busca e cotação de medicamentos e suplementos manipulados e também, produtos homeopáticos”.

O sistema tem funcionamento bem simples, “basta o cliente enviar uma foto da receita médica através do celular e a empresa retornará com três cotações de farmácias diferentes e mais próximas do endereço do solicitante.”

Por enquanto, o serviço está disponível apenas na cidade de São Paulo, mas segundo a “99fórmulas” em breve, outras cidades brasileiras vão ter acesso ao serviço, que permite ainda, aos usuários, avaliar a farmácia onde a compra do medicamento foi realizada e “estabelecer comunicação direta com estabelecimento, através de um chat online, para tirar qualquer dúvida sobre seu pedido.” Ótima ideia!

“LIBRAS”

Outra Startup brasileira que vem tendo sucesso em nível mundial e recentemente, recebeu um premio do Google. Trata-se da empresa Hand Talk (numa tradução livre, “mão que fala”), sediada em Maceió, Alagoas, cujo sistema “faz a tradução de português (texto e vídeo) para LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais)”.

A solução da empresa nacional procura atender um publico de cerca de 10 milhões de brasileiros, que possuem deficiência auditiva. A solução da Hand Talk tem como base um robô (Assistente Virtual “3D”) denominado de “Hugo” que tem “capacidade de entender palavras em português e automaticamente, traduzi-las para LIBRAS”.

Em breve, será lançada uma versão que traduzirá da língua inglesa (padrão americano) para a ASL (American Sign Languagem), a Língua de Sinais Americana, equivalente da LIBRAS. Excelente ideia e produto!

Fonte: Praiaba Online.