Brasil é sede do primeiro banco com contabilidade do mundo. Ele funciona com IA e está sendo estudado por outros países.

ROIT anuncia integração de soluções, adota nome ROIT BANK e torna-se o primeiro banco do mundo com contabilidade!

Com o slogan “O Banco Inteligente”, empresa consolida-se como fornecedora de gestão contábil, fiscal, tributária e financeira. Tecnologia é inédita no mundo!

 “ROIT BANK – O Banco Inteligente”. Agora, esta passa a ser a nova marca da ROIT – que se tornou referência em gestão contábil, fiscal, tributária e financeira por meio de inteligência artificial e robotização. A mudança do nome sela um processo de integração das soluções fornecidas, em curso nos últimos meses.

Um site reformulado (roit.ai), com a nova marca e novas funcionalidades, entrou no ar. O fundador e CEO da empresa, Lucas Ribeiro, destaca que o ROIT BANK se configura no mercado como o primeiro banco, no mundo, integrado a serviços de contabilidade e gestão fiscal. Tanto que a meta é exportar a solução e, em até dois anos, tornar-se referência reconhecida como banco com essa abrangência.

Ademais, frisa o empresário, o ROIT BANK é fruto de soluções em tecnologia da informação criadas e desenvolvidas no Brasil, pela expertise de profissionais nacionais. “É uma tecnologia brasileira desenvolvida em um dos sistemas tributários mais complexos do mundo e aplicável a qualquer mercado, justamente pelo uso da inteligência artificial”, sublinha Lucas Ribeiro, complementado que é a única solução com inteligência de negócios já preparada para a eminente reforma tributária. 

A economista Thaís Carneiro de Carvalho, CSO do ROIT BANK, explica que a marca passa a ser o “guarda-chuva” das demais soluções tecnológicas criadas e aperfeiçoadas ao longo do tempo pela ROIT. Sobretudo desde o ano passado, foi promovida uma integração entre as tecnologias de gestão financeira e as tecnologias nas áreas contábil, fiscal e tributária.

“Com essa integração, e com base em pesquisas de mercado realizadas nos últimos meses, foi possível transformar a ROIT em uma fintech: um banco ‘inteligente’, automatizado, com soluções em inteligência artificial, mas com inteligência humana também, para a tomada de decisões estratégicas”, assinala Thaís Carneiro.

“Um movimento interessante que tem acontecido em relação ao ROIT BANK é a intensa curiosidade e interesse de bancos, empresas de auditoria e de ERPs em nossa solução. Entendemos que por integrar o processo de todas essas vertentes, ele agrega valor de uma forma ainda não vista no mercado”, complementa.

PARA OS CLIENTES

Se a consolidação da fintech representa novo salto institucional, para os clientes a convergência das soluções sob a marca ROIT BANK representa, na prática, possibilidade de agregar gestão contábil, fiscal, tributária e financeira. “Com tudo isso integrado a um banco, os processos se tornam mais rápidos e eficientes. Não há margens para prejuízos financeiros e tributários”, explica a CSO do ROIT BANK.

Pelo novo site, as diversas soluções fornecidas pelo ROIT BANK serão apresentadas de maneira mais auto explicativa. Thaís Carneiro exemplifica citando o case da Esteira Mágica – premiada pela Europe Business Assembly (organização não governamental que reúne líderes políticos, empresariais, acadêmicos e científicos).

A solução é baseada em inteligência artificial, automação de processos (RPA – robotic process automation) e machine learning (aprendizado da máquina). Disruptiva, ao inverter o fluxo tradicional da empresa para processos contábeis, tributários e de pagamentos, a Esteira Mágica agiliza o recebimento dos documentos de entrada e lança automaticamente no ERP, minimizando o envolvimento humano nestes processos e permitindo mais foco em decisões estratégicas. Cada etapa da Esteira Mágica está exposta no novo site do ROIT BANK (https://roit.ai/).  

TRAJETÓRIA

A ROIT – acrônimo de Return On Innovation and Technology – foi fundada em janeiro de 2016 por Lucas Ribeiro, em Curitiba (PR) com foco na oferta de terceirização de serviços contábeis, fiscais e de folha de pagamentos, para empresas optantes pelo Lucro Real. O foco em tecnologia sempre esteve presente nas suas atividades, com ampla aplicação de inteligência artificial, RPA e machine learning, evoluindo em 2018 para a solução ROIT BANK.

Atualmente, a startup tem no portfólio de clientes mais de 300 empresas, de médio e grande portes, dos mais variados setores da economia, em todas as regiões do país. Em 2020, registrou faturamento de R$ 20 milhões. A meta, segundo Lucas Ribeiro, é a empresa dobrar de tamanho em 2021 e, até 2023, tornar-se unicórnio – isto é, alcançar valor de mercado de US$ 1 bilhão.

Parcerias, tais como a firmada com a australiana Cash Flow Story, para uso no Brasil da tecnologia e metodologia da empresa, presente em 93 países, e investimentos em soluções também na gestão de recursos humanos (People Hub) fazem parte do leque de ações que integram o planejamento visando a expansão da empresa.

MAIS INFORMAÇÕES: https://roit.ai/