Brasil e EUA concordam que Open RAN pode ser um caminho para segurança em 5G

A comitiva brasileira do Ministério das Comunicações que está nos Estados Unidos para tratar de assuntos relacionados ao 5G fez sua primeira reunião nesta segunda-feira, 7, com o Departamento de Estado (DOS) e Conselho de Segurança Nacional (NSC). Na conversa, Brasil e Estados Unidos concordaram que o fomento às iniciativas Open RAN pode aumentar a concorrência no mercado, além de aprimorar a segurança cibernética.

A tecnologia Open RAN pode ser um caminho para garantir segurança às redes de quinta geração da telefonia móvel e o Brasil busca parceiros confiáveis para o setor, disse Fabio Faria pela sua conta no Twitter.

A reunião também serviu como uma oportunidade para o governo brasileiro saber detalhes da segurança da rede privativa de comunicação e ciber security implementa pelos EUA.

“Os Estados Unidos possuem uma expertise muito grande. Nas nossas duas reuniões, conseguimos extrair deles muitas informações que serão pertinentes para realizarmos um bom leilão de 5G no Brasil”, afirmou o ministro das Comunicações.

A Embaixada dos Estados Unidos destacou a discussão sobre a segurança das telecomunicações e o potencial econômico das redes 5G, e afirmou que valorizam a forte parceria com o Brasil, continuando a aprofundar a cooperação econômica e de segurança entre os dois países.

Fonte: teletime