Assespro e Faculdade CERS lançam curso de formação para DPO

Depois de promover um seminário sobre a LGPD, a Federação Assespro firmou nova parceria com a Faculdade CERS e lança agora o curso de formação para Data Protection Officer (DPO)

“Esse é o primeiro curso para certificação de uma nova profissão, que vai ajudar na diminuição do gap de profissionais que existe hoje no mercado de trabalho”, diz Italo Nogueira, presidente da Federação Assespro, entidade com mais de 3.500 empresas de TI associadas em todo o País.

“A LGPD entra em vigor no ano que vem e as empresas e órgãos públicos já começam a ficar atentas. Os profissionais também devem enxergar aí uma ótima oportunidade de trabalho. O sucesso do nosso Congresso, primeiro de grande porte a ser promovido no Brasil, já demonstrou o grande interesse no tema”, completa Nogueira.

O Data Protection Office (DPO) será o profissional responsável pelas ações de conformidade com a lei, além de ser o canal de comunicação entre a empresa, os titulares das informações e as autoridades.

Com mais de 20 horas de aula, o curso será na modalidade EAD (Ensino a Distância) e terá, entre outros, os temas “O papel do DPO”, “Responsabilidade civil e deveres dos agentes”, “Princípios e bases legais para o tratamento de dados, criptografia e sua aplicação”, “Tipos de controles de segurança e tecnologias”, “Técnicas de processamento de dados garantindo os direitos fundamentais de privacidade e consentimento dos usuários”.

As aulas serão gravadas e disponibilizadas no site no prazo de 48 horas da sua gravação. O aluno poderá assistir a cada aula até três vezes.

Para o recebimento do certificado, o aluno deverá assistir pelo menos 75% da carga horária do curso e realizar todas as avaliações apresentadas ao final de cada tema.

Os interessados devem se inscrever através do site

Sobram vagas

Responsável por 1,52 milhão de empregos no país, o setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) ainda sofre com a falta de mão de obra capacitada, com uma lacuna de mais de 100 mil profissionais.

Segundo o Fórum Econômico Mundial, entre as 10 profissões emergentes para 2022, sete são de tecnologia. Investir na formação em TIC é uma boa oportunidade para quem está iniciando carreira ou pretende mudar de área.

Fonte: CRYPTO ID.