Visa abre inscrições para segunda rodada do seu programa de aceleração

A Visa, empresa global de tecnologia de pagamento, abre as inscrições da segunda turma do seu programa de aceleração de startups em 2018. Um grupo de 14 empresas já começou o processo em abril deste ano. Agora, serão selecionados os candidatos para participar do programa no segundo semestre. As inscrições vão até o dia 8 de julho e podem ser feitas pelo site www.visa.com.br/programadeaceleracao.

O Programa de Aceleração da Visa busca dois perfis distintos de startups. São escolhidas startups ainda em estágio embrionário (classificadas como Start); e aquelas que já estão estabelecidas no mercado (batizadas de Growth). Ambas passam por um processo de imersão, bootcamp e elaboração de estratégias. Para as startups do Start, o programa tem duração de três meses. Já para as iniciativas do Growth, o período total de aceleração e incubação é de quatro meses, sendo um mês de imersão no Vale do Silício, nos Estados Unidos.

Percival Jatobá, vice-presidente de Produtos, Soluções e Inovação da Visa, conta que tem se surpreendido positivamente com a qualidade dos projetos apresentados nesses dois anos de programa de aceleração, o que reflete a evolução e o desenvolvimento do ecossistema de inovação brasileiro. “Sempre soubemos da riqueza intelectual do empreendedor brasileiro além do fato do Brasil ser hoje o país que lidera, na América Latina, o número de fintechs especialmente nos segmentos de banco digital e seguros. Para a Visatem sido, não apenas gratificante, como também um verdadeiro aprendizado poder trabalhar ao lado dessas startups. Venham participar do Programa de Aceleração da Visa e transformar, junto conosco, o cenário de meios de pagamentos do mundo uma vez que aproximadamente 30% das fintechs brasileiras já estão operando fora do Brasil (dados do Fintech Radar, Finnovista, 2018)”.

O programa de aceleração nasceu em 2017, e cresceu em relação ao ano passado. Em 2018, até 30 empresas serão selecionadas. O investimento da Visa em serviços e tecnologias que os participantes poderão receber também será maior, podendo alcançar até R$ 205 mil em benefícios.  Ambas etapas contam com a expertise de um dos maiores centros de inovação do Vale do Silício, o GSVlabs, parceiro da Visa neste projeto e representado no Brasil pela Kyvo Design-Driven Innovation.