Plataforma EU-CELAC INNOV-AL

O objetivo geral do projeto Plataforma EU-CELAC INNOV-AL: Promoção de Políticas de Inovação Descentralizadas no Brasil é apoiar a divulgação e a aprendizagem das experiências e das boas práticas da política regional europeia e alcançar uma maior cooperação entre as autoridades de três Estados brasileiros (Pará, Paraná, Pernambuco) e regiões de contrapartida na União Europeia, na definição e implementação de políticas de inovação descentralizadas e de especialização inteligente a nível regional.

Os objetivos específicos do projeto são:

  1. facilitar o intercâmbio e a transferência de informações e lições aprendidas sobre a promoção dos sistemas regionais de inovação, incluindo as ligações com as políticas nacionais;
  2. incluir a análise das políticas dirigidas aos grupos de apoio e às PME;
  3. identificar projetos ou programas concretos para o desenvolvimento de iniciativas de competitividade regional e nacional que cada Estado participante brasileiro possa implementar a curto prazo.

Conteúdo do Projeto

Os conteúdos que serão desenvolvidos podem ser agrupados em quatro temas principais, a saber:

  • Tema a): sobre as políticas de inovação, mais especificamente, sobre as políticas inteligentes de especialização e o seu papel na descentralização territorial.
  • Tema B): sobre o fortalecimento e desenvolvimento de sistemas de inovação territorial.
  • Tema C): abordagens das PME sobre a cadeia de valor, o agrupamento e a inovação.
  • Tema D): sobre a cooperação entre os diferentes intervenientes (público-privado) e os níveis territoriais (regional-nacional).

Estes quatro grupos de conteúdo serão implantados através de uma série de atividades, incluindo a caracterização dos sistemas de inovação no Brasil e em cada um dos três Estados (entrevistas com partes interessadas relevantes), identificação e troca de experiências na Europa, a transferência e o intercâmbio de experiências e a organização de atividades de rede.

O lançamento desse projeto foi realizado no Paraná durante a reunião da Governança de TIC no mês de março.2018.