Parceria entre fomento Paraná e Assespro Paraná deve viabilizar R$ 10 milhões em crédito para inovação

 

O presidente da Fomento Paraná, Juraci Barbosa, e o presidente da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro-PR), Sandro Molés da Silva, iniciaram conversações nesta sexta-feira (20/3) para uma nova parceria entre as duas instituições. O objetivo é viabilizar, até o fim de 2015, a contratação de R$ 10 milhões em financiamentos para projetos de empresas associadas à Assespro-PR voltados à inovação e ao desenvolvimento tecnológico.

Os recursos para esses financiamentos serão das linhas Inovacred e InovacredExpresso, disponibilizadas pela Finep – Financiadora de Estudos e Projetos, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. A Fomento Paraná possui um crédito de até R$ 80 milhões para atender operações de financiamento de empresas paranaenses por meio dessas duas linhas.

“Por determinação do governador Beto Richa, a Fomento Paraná tem feito um grande esforço para aumentar a disponibilidade de recursos para apoiar empreendedores em todos os setores”, afirma o presidente da Fomento Paraná, Juraci Barbosa. “No caso da área de Tecnologia da Informação, esse apoio é ainda mais importante, porque o desenvolvimento tecnológico e a inovação proporcionados pela tecnologia são necessários em todos os outros segmentos, tanto do setor público quanto privado. Por isso nossa parceria é tão importante.”

As duas entidades já possuem convênios em andamento e a Assespro-PR mantém inclusive uma agente de crédito credenciada e certificada pela Fomento Paraná para atender empresas ligadas à associação que necessitam de financiamento para projetos de investimento. Esta agente passará por uma nova qualificação com foco exclusivo nas linhas Inovacred e Inovacred Expresso. A parceria prevê a participação conjunta das entidades em encontros com segmentos empresariais voltados à inovação e ao desenvolvimento tecnológico.

Em outra linha de atuação, Fomento Paraná e Assespro trabalham numa parceria com o objetivo de auxiliar os municípios na elaboração de projetos para modernização da administração tributária, que podem ser financiados por meio do Programa de Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos (PMAT), do BNDES.

O Paraná possui hoje mais de 1.300 empresas que atuam no segmento de Tecnologia da Informação e entre 10% e 15% delas atuam na oferta de serviços ao setor público, principalmente as prefeituras. Neste caso, a parceria aproveita o trabalho desenvolvido pela Assespro-PR em torno das chamadas Cidades Digitais.

Para Sandro Molés da Silva, da Assespro-PR, a aproximação do Governo do Estado com as empresas do segmento de TI é muito importante, porque vai permitir que muitos produtos que hoje estão apenas incubados possam sair do papel e se tornar realidade. “Podemos tornar possível o casamento entre a vontade pública de melhorar os serviços, com o aumento da produção e oferta de produtos genuinamente paranaenses de tecnologia, com baixo custo e que ajudam a gerar riquezas e benefícios dentro do nosso estado”, afirma o dirigente. “Quem bom que o estado percebe a importância da área de Tecnologia da Informação, que pode atuar transversalmente nos segmentos da indústria, do comércio e de serviços. Esperamos que o Paraná possa evoluir e se consolidar como polo de competitividade em TI”.

Fonte: Fomento Paraná