Inovação e tecnologia ganham impulso em Ponta Grossa com sanção da Lei de Inovação

Foi sancionada pelo prefeito Marcelo Rangel, publicada no Diário Oficial do Município desta segunda-feira (2), a lei de incentivo à inovação, à pesquisa tecnológica e à consolidação dos ambientes de inovação nos setores produtivos e sociais na cidade de Ponta Grossa. O principal objetivo é organizar todo o setor relacionado ao tema, de modo a possibilitar um maior desenvolvimento para o ramo da Tecnologia da Informação e Comunicação e de inovação. Com a legislação em vigor, serve também como um estímulo na atração de empresas que atuam neste segmento, fomentando o desenvolvimento de ideias e o mercado de trabalho.

Na visão de Adriano Krzyuy, presidente da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação, Software e Internet no Paraná (Assespro PR), essa oficialização demonstra o compromisso da Prefeitura de Ponta Grossa para com a empresas. “A lei cria um ambiente favorável para a inovação, ou seja, você tem um compromisso do setor público para com a inciativa privada, para efetivamente se comprometer com a inovação, que nos dias atuais é o ponto principal das empresas. E não apenas as do setor de tecnologia em específico, mas qualquer empresa. A empresa que não invar estará fora de mercado”, destaca ele, que é empresário no município.

A Coordenadoria de Fomento ao Empreendedorismo e Inovação da secretaria municipal de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional, Tonia Mansani, detalha a lei. Ela explica que o município, há muito tempo, trabalha a questão de inovação e planejamento da inovação, avaliando suas potencialidades. Foi então que a secretaria decidiu que havia a necessidade de coordenar todos esses processos da cadeia. “Não tinha uma lei que regulamentasse o que era inovação o que era uma ferramenta de inovação, uma incubadora, uma aceleradora. Haviam ações pontuais. Quando se fala em ecossistema é necessário a união. Então com a lei há um ordenamento”, relata.

Através da lei foi regulamentada a criação do Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação de Ponta Grossa. Outro grande diferencial é a criação do Fundo Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação. “Agora a inovação terá orçamento próprio, inclusive com parcerias”, relata Tonia. Segundo ela, a lei municipal foi baseada na que entrou em vigor recentemente em Maringá, que segundo ela, é bem moderna. “Olhamos as boas práticas e trouxemos o que dava certo. Não precisa reinventar a roda”, completa Tonia.

Legislação atrairá investimentos

Como informa Adriano Krzyuy, a fato de ter essa regulamentação contribui para a atração de empresas do setor, seja as que trabalham diretamente ou as indiretamente, para outras empresas. “Com certeza será um diferencial em relação a outros municípios que não tenham ainda uma lei que traz o ambiente favorável. Isso favorece, inclusive, universidades, para que pesquisem e desenvolvam a inovação”, disse. Já Tonia lembrou a segurança ao empreender, por ter legislação adequada, especialmente com o estímulo à participação das instituições científicas, tecnológicas e inovadoras no processo de apoio à inovação.

Centro de Inovação será inaugurado no próximo ano 

O lei também é importante para o Centro de Inovação do município, que entrará em operação já no próximo ano, em área cedida dentro do Mercado Municipal de Ponta Grossa. Tonia explica que já há a realização do estudo de viabilidade. “Queremos um projeto autossustentável. Não adianta criar algo com alto custo de manutenção. Então temos ver como fazer, se vai ser através de uma fundação, ou associação, sociedade”, esclarece. Após esse estudo, há a necessidade de uma apresentação para poder fazer a validação.

Fonte: Jornal da Manhã

Não é associado? Associe-se agora para informações exclusivas diariamente.

Comentários

  1. Parabenizamos o atual presidente da ASSESPRO-PR , Sr. Adriano Krzyuy, pelo seu empenho e profissionalismo que resultou na parceria entre a Instituição que representa, Câmara de Vereadores e Prefeitura Municipal, parceria que começa a apresentar bons frutos com a aprovação do PL 478/2017, sancionado e transformado em Lei Municipal n. 13.181/2018, importante mecanismo de incentivo à inovação e tecnologia tornando-se um grande avanço para os envolvidos do setor em nossa cidade. O gabinete do vereador Daniel Milla coloca-se a disposição para encabeçar qualquer eventual necessidade da ASSESPRO-PR que dependa das atribuições desta Casa de Lei.
    Câmara Municipal de Ponta Grossa
    Mário Bonatto
    Chefe de gabinete – Vereador Daniel Milla Fraccaro