Estudos Setoriais

Compartilhamos nessa seção estudos, relatórios e pesquisas relacionados à ciência, tecnologia, inovação e economia. Os materiais apresentados são de interesse dos empresários e profissionais do setor de tecnologia e inovação e da Assespro-Paraná.

Propriedade Intelectual, Inovação e Desenvolvimento: desafios para o Brasil - Abpi

A economia e sociedade brasileiras se transformaram profundamente nas últimas décadas, registrando muitas conquistas relevantes nos planos econômico, social e político. Este estudo elaborado para a Associação Brasileira da Propriedade Intelectual – ABPI, contribui com a Propriedade Intelectual, Inovação e Desenvolvimento.

Censo da Indústria de Jogos Digitais - Ministério da Cultura

A primeira parte do censo contempla o Perfil da Indústria Brasileira de Jogos Digitais (IBJD), e é referente à coleta de dados primários sobre a Indústria Brasileira de Jogos Digitais; “Considerações sobre semelhanças e diferenças entre desenvolvedoras, organizações de apoio e profissionais autônomos de jogos digitais”; e “Análise de grau de internacionalização das desenvolvedoras brasileiras”. A segunda parte, Visão Geral das Políticas Públicas para Jogos Digitais no Brasil, discorre sobre as políticas públicas do setor baseado em entrevistas com gestores públicos e atores do ecossistema, além de dados secundários sobre o tema. A terceira, Mercado Brasileiro de Jogos Digitais, traz a visão de agentes do mercado e consolida dados secundários sobre o mercado brasileiro de jogos digitais.

Sinapse da Inovação do Paraná - Certi

A Sinapse da Inovação é um programa de incentivo ao empreendedorismo inovador que oferece recursos financeiros, capacitações e suporte para transformar ideias inovadoras em empreendimentos de sucesso. Nesse documento, você terá acesso ao Mapeamento do Ecossistema de Inovação do Estado do Paraná, executado pela Certi e promovido pela Fundação Araucária.

Indicadores Nacionais de Ciência, Tecnologia e Inovação 2018 - Governo do Brasil / MCTIC

O levantamento reúne dados coletados junto ao governo federal, governos estaduais e iniciativa privada, que permitem uma visão global do sistema brasileiro de ciência, tecnologia e inovação. Os indicadores abrangem temas como volume de recursos aplicados no setor; dados sobre a capacitação e ocupação de recursos humanos; quantidade de bolsas de formação concedidas; e dados sobre produção científica e patentes depositadas.

The Global Competitiveness Report 2018 - World Economic Forum

In the midst of rapid technological change, political polarization and a fragile economic recovery, it is critical that we define, assess and implement new pathways to growth and prosperity. With productivity the most important determinant of long-term growth and income, the new Global Competitiveness Index 4.0 featured in this report sheds light on a newly emerging set of factors critical for productivity in the Fourth Industrial Revolution (4IR) and provides a tool for assessing them.

The Future of Jobs Report 2018 - World Economic Forum

As technological breakthroughs rapidly shift the frontier between the work tasks performed by humans and those performed by machines and algorithms, global labour markets are undergoing major transformations. This report finds that as workforce transformations accelerate, the window of opportunity for proactive management of this change is closing fast and business, government and workers must proactively plan and implement a new vision for the global labour market.

Mercado Brasileiro de Software: Panorama e Tendências - Abes

Desde 2005, a ABES e o IDC, uma das principais empresas de consultoria e inteligência de mercado com foco em TI e Telecom, realizam e divulgam o Estudo “Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências”, que permite conhecer a fundo este segmento econômico. Ele apresenta dados sobre os mercados brasileiro e mundial de software, as taxas de crescimento, evolução e tendências do setor, que são essenciais para o direcionamento das estratégias das empresas que competem no setor. Este estudo é uma importante ferramenta empresarial que está à disposição nesse portal para consulta pelos associados e demais públicos que se interessarem.

Paraná Tech: Mining Report - Distrito

Compreender a estrutura do ecossistema de inovação e tecnologia do Paraná. Esse é o objetivo do Paraná Mining Report. E não por acaso. Gerar conhecimento, disseminar a cultura de inovação e incentivar o desenvolvimento desse ecossistema faz parte do DNA de todos os envolvidos na realização deste estudo. Com o Paraná Mining Report, assumimos a obrigação de transformar tudo o que há de informação, dado e tendência do mercado que circunda o ecossistema em oportunidades de negócio para seus diversos players.

O momento da startup brasileira e o futuro do ecossistema de inovação - Abstartups e Accenture

Com o objetivo de entender o ecossistema e elencar as ações prioritárias para ampliar o ambiente de inovação do Brasil, a Accenture e Abstartups realizaram a Radiografia do Ecossistema Brasileiro de Startups. As percepções dos empreendedores foram capturadas através de um questionário online aberto com a participação de mais de 1.000 startups de todo o Brasil entre setembro e outubro de 2017.

Panorama do Setor de Tecnologia de Santa Catarina 2018 - Acate

Dados são o passado, o presente e o futuro. É analisando o que já aconteceu e prevendo cenários para os próximos anos que é possível verificar onde erramos e acertamos, entender o contexto no qual estamos inseridos e tentar melhorar nossas ações. Com esse propósito a Acate apresenta o Panorama do Setor de Tecnologia de Santa Catarina 2018. As atividades econômicas definidas para a publicação são referentes à área de tecnologia com base no CNAE 2.0 (Classificação Nacional de Atividades Econômicas versão 2.0) são (1) Hardware: INDÚSTRIAS DE TRANSFORMAÇÃO (11 atividades no nível de classe CNAE 2.0) e (2) Software e Serviços: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO; PESQUISA E DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO; REPARAÇÃO E MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA E COMUNICAÇÃO (11 atividades no nível de classe CNAE 2.0).

Plano Nacional de Empreendedorismo e Startup para Juventude - Presidência República

O Plano Nacional de Empreendedorismo e Startup para a Juventude visa apoiar a evolução de empreendimentos como alternativa de geração de emprego e renda, buscando melhores perspectivas socioeconômicas para a juventude brasileira. O contexto e ambiente em que essas empresas são criadas e desenvolvidas é conhecido pela expressão “ecossistema empreendedor”.

Artificial Intelligence in Every Sector - BSA

Artificial intelligence is a powerful tool we use every day to solve complex problems. Although most people are familiar with the term “AI,” they might not realize it’s already affecting industries across the globe, transforming people’s lives in incredible ways. From helping farmers protect their crops, to supporting the development of
safer cities and enabling researchers to find the next medical breakthrough, AI is contributing to a better world, today.

Relatório Setorial: Inteligência e Informação - Brasscom

Relatório do Setor de Tecnologia da Informação e Comunicação, compilando os principais indicadores setoriais.

Novos Caminhos para a Inovação no Brasil - Wilson Center e Interfarma

A inovação, ou seja, a capacidade de agregar valor a produtos e processos derivados de novos conhecimentos gerados por pesquisas científicas não depende apenas de financiamento e de instalações, mas também da existência “de um ambiente estimulante e dinâmico onde as competências existentes possam prosperar e se desenvolver adequadamente”, sem as limitações impostas por políticas inibidoras da eficiência, como tendem a ser as de conteúdo local, “que impedem que o país tenham acesso a tecnologias de ponta”. Esta é a principal conclusão das Missões de Estudos sobre Inovação que o Brazil Institute do Woodrow Wilson International Center for Scholars organizou entre 2011 e 2017 em parceria com a Interfarma.

Inside Latin America's Breakout Year in Tech - Lavca

Inside Latin America’s Breakout Year in Tech is an 8-page graphic report with updates about the VC and tech ecosystem. The report maps the major markets and covers top deals by value, co-investments, startup ecosystem maturity, and trending sectors.

The Growing $1 Trillion Economic Impact of Software - Software.org: the BSA Foundation

With each passing day, the incredible power of software innovation produces more life-improving breakthroughs. This dynamic era of accelerating possibility is being powered by massive investments in technology. These instruments in turn propel near-exponential gains in game-changing advances like cloud computing, artificial intelligence, and connected devices. This study will help policymakers and thought leaders better understand the magnitude of the widespread benefits that a thriving software industry can deliver. At the state level, the data can help leaders better understand the impact of their technology initiatives and more precisely focus on the pragmatic policy choices that advance greater software-driven gains.

Global Investors in Latin American Startups - Lavca

International appetite to invest in Latin American startups has grown significantly since 2013. This is a mapping of the global investors active in Latin America between 2013-2017 including a deep dive of highlighted investments.

Global Startup Ecosystem Report 2018 - Startup Genome & Global Entrepreneurship Network

The intense and exciting life of a startup with all its ups and downs, what a ride! This report cannot capture what it really feels like to be inside any of your startups, inside Startup Genome or my VR startup. What it can do is inform your decisions and priorities using the power of the only deep and global dataset built from the voice of thousands of founders with the support of more than 300 organizations supporting startups in almost 30 countries. This is your report, the report of the global startup revolution. Let’s raise our voices together and change the world. Let’s build a shared engine of economic growth and job creation in every city in the world. And let’s share the wealth we are creating—at an unprecedented rate—with our brothers and sisters and the next generation. This is important.

Internet Trends 2018 - Kleiner Perkins

Kleiner Perkins partners with the brightest entrepreneurs to turn disruptive ideas into world-changing businesses. The firm has helped build and accelerate growth at pioneering companies like AppDynamics, Google, Amazon, Flexus Biosciences, Nest, Waze, Twitter, JD.com and Square. Kleiner Perkins offers entrepreneurs years of operating experience, puts them at the center of an influential network, and accelerates their companies from success to significance. We publish the Internet Trends report on an annual basis, but on occasion will highlight new insights.

Emerging Trends in Infrastructure - KPMG 2018

Viewed against the disruption, confusion and uncertainty of the past year, it would be easy to become despondent about the future of infrastructure around the world. Yet we see great opportunity and promise emerging. In this year’s Emerging Trends, we have identified a number of issues and topics that carry both pros and cons. Technology could allow unprecedented progress… or it could fracture our societies further. Politics could lead to new visions and value… or it could become more divisive and isolating. Pricing and funding models could release massive investment… or they could beggar the poor and enrich the privileged.

TIC-Projeto Indústria 2027: riscos e oportunidades para o Brasil diante de inovações disruptivas - CNI / IEL

A convergência tecnológica presente em nossas vidas passa pela indústria, cada vez mais movida pela inovação. Esse espírito inovador, por sua vez, alimenta a competitividade e impulsiona novos modelos de negócios. O Projeto Indústria 2027: riscos e oportunidades para o Brasil diante de inovações disruptivas avalia não só os impactos de inovações potencialmente disruptivas sobre a indústria nos próximos dez anos, como também a capacidade de o Brasil e suas empresas superarem riscos e aproveitarem oportunidades derivadas de novas técnicas. Além disso, fornece subsídios para as estratégias corporativas e a formulação de políticas de inovação.

State of Innovation: Survey of 677 Corporate Strategy Executives

To make the right decisions, you need to know the facts — and where and how to find them. CB Insights surveyed 677 strategy leaders to discover how top companies: organize their people and processes to fuel innovation; manage and measure innovation to ensure success; create and sustain a culture of innovation.

Readiness for the Future of Production Report 2018 - World Economic Forum

As the Fourth Industrial Revolution gathers momentum, decision-makers from the public and private sectors are confronted with a new set of uncertainties regarding the future of production. Rapidly emerging technologies—such as the Internet of Things, artificial intelligence, wearables, robotics and additive manufacturing—are spurring the development of new production techniques, business models, and value chains that will fundamentally transform global production. Both the speed and scope of change add a layer of complexity to the already challenging task of developing and implementing industrial strategies that promote productivity and inclusive growth. The report seeks to build awareness on the factors and conditions required to transform production systems and help countries assess readiness for the future.

Estratégia Brasileira Para a Transformação Digital

Esta Estratégia Brasileira para a Transformação Digital (E-Digital) é resultado de uma iniciativa do Governo Federal, coordenada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, que contou com a ativa participação dos membros do Grupo de Trabalho Interministerial responsável pela sua elaboração. Este núcleo formulador interagiu com um conjunto de mais de 30 entidades da Administração Pública Federal ao longo de todo o processo.

Harvard Business Review: Winning through change in the Digital Economy

Companies on the journey to a transformed, digital future are discovering that the divide between the old and new way of doing business is a lot wider than it looks from the edge. But the gap in performance between digital masters and alsorans makes it worth the effort and risk. A transformed digital business reinvents operational processes, turns business models upside down, and delivers innovative and personalized experiences to customers.

The Global Competitiveness Report 2017–2018

The Global Competitiveness Report 2017–2018 comes out at a time when the global economy has started to show signs of recovery and yet policymakers and business leaders are concerned about the prospects for future economic growth. Governments, businesses, and individuals are experiencing high levels of uncertainty as technology and geopolitical forces reshape the economic and political order that has underpinned international relations and economic policy for the past 25 years. At the same time, the perception that current economic approaches do not serve people and societies well enough is gaining ground, prompting calls for new models of human-centric economic progress.

TCS Global Trend Study: Part I

After about 50 years of largely languishing in technology labs and the pages of science fiction books, today artificial intelligence (AI) has taken center stage and is under the bright lights. Barely a day goes by without dozens of new magazine and newspaper articles, blog posts, TV stories, LinkedIn columns, and tweets about cognitive technologies.

Information Economy Report 2017: Digitalization, Trade and Development - United Nations

The world is at the dawn of the next technological revolution. It will be multifaceted and its implications transformational. Digitalization will create opportunities for entrepreneurs and businesses, while also bringing enormous benefits to consumers. However, at the same time it will disrupt existing practices, expose incumbents to competition, change skills requirements of workers and result in job losses in some countries and sectors. The Information Economy Report 2017 looks at some of these trends, and examines how information and communications technologies are having an increasing impact on global trade and development.

Brazil Startup Ecosystem Report - Censo StartSe 2017

As startups são o motor de transformação para a Nova Economia. Elas trazem as mudanças mais rápidas e quebram paradigmas, mas o ecossistema precisa estar pronto e preparado para isso. Por isso, a StartSe fomenta e estimula a Nova Economia, fazendo com que as pessoas estejam mais informadas, mais educadas e mais conectadas. O Censo StartSe 2017: Brazil Startup Ecosystem Report surgiu com o objetivo de mapear esse ecossistema brasileiro de startups e apresentar a força dele para o mundo. Com base nisso, a StartSe buscou coletar o máximo de dados dos principais players do ecossistema, sendo eles: startups, empresas tradicionais,  investidores, mentores e instituições. A captação ocorreu entre os meses de julho e dezembro de 2017 e chegou a coletar mais de 2900 respostas.

Artificial Intelligence: The Next Digital Frontier? - McKinsey Global Institute

In this independent discussion paper, we examine investment in artificial intelligence (AI), describe how it is being deployed by companies that have started to use these technologies across sectors, and aim to explore its potential to become a major business disrupter. To do this, we looked at AI through several lenses. We analyzed the total investment landscape bringing together both investment of large corporations and funding from venture capital and private equity funds. We also reviewed the portfolio plays of major internet companies, the dynamics in AI ecosystems from Shenzhen to New York, and a wide range of case studies.

Mercado Brasileiro de Software - Panorama e Tendências 2017 - ABES

O ano de 2016 foi marcado por profundas mudanças no cenário político e econômico brasileiro. A retração do mercado que havia se iniciado em 2015 ainda persistiu, embora algumas tendências em relação à inflação e câmbio tenham mostrado sinais de melhora durante o ano. Mantendo os mesmos critérios dos anos anteriores usados pela IDC para possibilitar a comparação dos mercados dos vários países em que realiza seus estudos, ou seja, o levantamento dos valores anualizados e a atualização das séries históricas construídas num modelo de “dólar constante”, em 2016, os investimentos em Tecnologia da Informação no Brasil mostraram uma redução de 3,6% em relação a 2015. Se for comparado às demais economias mundiais, o país caiu duas posições, passando a ocupar a 9ª posição no ranking mundial de crescimento.

World FinTech Report 2017

The term ‘FinTech’ might be both the most over-hyped and under-estimated term the industry has seen in decades. On one hand, from an investment standpoint, venture capital (CV) funding of the FinTech revolution has been staggering, resulting in billions of dollars of investment. We have seen a significant reduction in barriers to entry and customers’ digital expectation demands explode. However, very few start-ups have managed to use their agility and innovation to fill gaping holes in the customer experience left by traditional firms with viable business models that achieve scale and distribution.

Harvey Nash / KPMG CIO Survey 2017

O Harvey Nash / KPMG CIO Survey 2017 é a maior pesquisa global de liderança de TI. A pesquisa deste ano entrevistou 4.500 CIOs e executivos de tecnologia em 86 países, e concluiu que estes estão a adaptar as suas estratégias tecnológicas para lidar com a incerteza da conjuntura político-econômica, apostando na inovação e no digital.

Guia de Funções de Tecnologia da Informação e Comunicação no Brasil

Marcado por grande dinamismo, constante evolução e presença cada vez mais ativa no dia a dia da sociedade, o setor de Tecnologia da Informação e Comunicação TIC tem nos recursos humanos seu principal capital e motor de desenvolvimento. O Guia de Funções agrupa as competências técnicas e comportamentais das 15 funções mais contratadas pelo setor de TIC no Brasil.

Alianças Empresariais - Softex

As alianças empresariais compreendem a formação de novos arranjos organizacionais coerentes com o momento atual de mudanças aceleradas, rápido desenvolvimento tecnológico, integração de mercados e aumento da competição global. Ampliar a escala de atuação, compartilhar recursos, combinar competências, dividir riscos e custos são estratégias colaborativas que têm sido utilizadas como um meio capaz de tornar as empresas mais competitivas e prósperas no mundo dos negócios. Percebendo a importância das alianças empresariais para a competitividade do setor de TI, o crescente número de transações realizadas entre as organizações e as dificuldades encontradas pelas empresas para a condução destes processos é que surge esta obra, cujo objetivo está alinhado a um dos propósitos da SOFTEX de prover a Indústria Brasileira de Software e Serviços (IBSS) de informações e métodos mais eficientes e adequados à realização de alianças empresariais.