Encontro de Tecnologia da Informação discute falta de mão de obra no PR

O 20º Encontro de Líderes de Arranjos Produtivos Locais (APLs), de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) do Paraná, discutiu os rumos do setor para 2014 e a falta de profissionais qualificados para a área, dentre outros assuntos de grande relevância. O evento foi realizado em Londrina, na última sexta-feira (21).

“Estamos diante de um setor que cresce de 20 a 30% ao ano e de empresas que dobram de tamanho a cada cinco anos. Neste cenário, temos um mercado com demanda crescente que não consegue ser suprida pelo ritmo de formação das universidades”, explicou o presidente da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação, Assespro-Paraná, Sandro Molés.

Um projeto apresentado no evento, pela Software By Maringá – associação que representa os empresários do município – pretende amenizar esse problema. A iniciativa, em parceria com o Centro de Inovação do município, oferece bolsas de Trabalho de Conclusão de Curso para universitários interessados em pesquisar temas sugeridos por empresas de tecnologia.

“Este é um mecanismo de aproximação dos estudantes com a realidade do mercado. O projeto quer trazer o conhecimento das universidades e a motivação dos alunos para gerar soluções reais nas empresas”, afirmou o presidente da Software By Maringá, Edney Mossambani.

Ao todo serão disponibilizadas 34 bolsas, no valor de R$ 3 mil, cada uma para um perfil de demanda de empresas da cidade. Os estudantes interessados em disputar uma bolsa de estudos podem se inscrever até o dia 28 de março pelo site www.inovacaomaringa.org.br.

“A ideia é expandir esse projeto para outras regiões do estado, com parcerias entre universidades e empresários do setor”, adiantou o Sandro Molés, da Assespro-Paraná.

O presidente do APL de Londrina, Pedro Casagrande, destaca a importância desta ligação entre diferentes entidades. “No ano passado, desenvolvemos um projeto na cidade com pós-graduandos no qual os alunos aplicavam o conhecimento adquirido em empresas da região. Os resultados foram bastante satisfatórios”, disse.

Além de conseguir profissionais capacitados, outro desafio do setor é reter os colaboradores na empresa. O tema foi discutido pela Consultora em Gestão Estratégica e Pessoas Eliane Bringmann. “As pessoas são o principal patrimônio de uma empresa. Os gestores precisam aprender a solucionar problemas, não importa qual ele seja ou quem o cometeu”, orientou a palestrante.

Os empresários também participaram de uma palestra sobre canais de comercialização. “A missão da área de vendas no setor de TI é facilitar a compra do cliente, de acordo com a necessidade dele. Em tecnologia, é preciso gerar valor constantemente e os canais precisam ser utilizados como maneira de diluir os riscos da empresa”, alertou o Consultor da Vertical Gestão Empresarial Allan Pires.

Os conteúdos apresentados pela manhã complementaram as discussões em grupo, realizadas à tarde, e tornaram as conversas sobre os rumos do setor mais produtivas. “Os palestrantes não ficaram apenas na teoria. Eles apontaram o caminho e indicaram a aplicação prática dos conhecimentos”, avaliou o participante da APL de Maringá, Joaquim Cardoso Tavares.

O encontro, que acontece a cada três meses em uma região do estado, foi promovido pela Assespro-Paraná, APL de Londrina e Região, Sebrae e Senai com o apoio do Cintec, SINFOR PR e Londrina Convention. O próximo evento com os empresários do setor será realizado nos dias 5 e 6 de junho, em Maringá.